Cap. 03 Meu Sol

Eu já estava ficando nervosa, eu era a única pessoa daquela casa que não sabia o que Edward estava pensando.

“Bella” Edward gritou de algum cômodo da casa.

 

“O quê?” respondi indo até ele, Jak desceu comigo. Ele estava na sala de estar com aquele sorriso torto que só ele sabia fazer. Olhei ao redor e notei que todas as nossas malas e caixas já não estavam mais no Hall de entrada da casa.

 

“Errr, Bella, eu me esqueci de te falar que Carlisle e Edward, já levaram sua mudança para a cabana” rosnou Jacob envergonhado.

 

“Ah, que bom, achei que Alice tinha jogado tudo fora” ironizei, mais na verdade  eu realmente tinha pensado que ela tivesse jogado fora.

 

“Edward, cadê a Ness?”

 

“Ela já esta la na cabana Jacob”

 

Antes mesmo de Edward terminar de falar, Jacob já tinha sumido na mata deixando para trás seu notável e nojento cheiro de cachorro.

 

“Então vamos Bella?”

 

“Sim, vamos”

 

Ele segurou minha mão e fomos caminhando calmamente para nossa cabana.

 

Ao chegar à clareira, logo notei que todos estavam la nos esperando com um belo sorriso no rosto, era bom estar de novo em minha cabana, minha casa, meu lar eu sabia que agora minha vida (se é que eu tenho uma) ficara melhor.

 

“Amor” disse Edward, “Tenho uma surpresa pra você” Ele me puxou casa a dentro, e me levou direto para o nosso quarto, ela estava…

 

Era uma parede inteirinha pintada com uma paisagem tão familiar, tão linda e tão perfeita. Era pintado com a mesma visão que eu tinha do meu quarto em Phoenix, uma paisagem ensolarada, aquele sol brilhante, quente e irradiante, algumas colinas e cactos, notei que eu sentia saudade do sol, de sentir os raios solares na minha pele, mas eu prefiro assim, esse era único jeito de amar Edward para a eternidade, sendo vampira e não podendo mais me dar a pequenos luxos.

 

“Bella, eu sei que você sente falta do sol, então pedi para o Emmentt me ajudar a pintar essa parede, não sei se você gostou, mas isso pode te fazer se sentir melhor”

 

“Edward isso é perfeito” eu nem tinha palavras para me expressar no momento.

 

“Bella eu te esperei por 90 anos, e tudo o que eu quero é que você se sinta feliz” ele me beijou docemente.

 

“Cof, cof, cof” tossiu Alice. “Desculpe interromper os pombinhos, mas temos que arrumar as coisas Bella”

 

“OK Alice, então mãos a obra”

 

Alice e Jasper arrumaram a cozinha, Esme e Rosalie a sala, Jak ajudou Néss com o quarto dela, Edward e eu arrumamos o nosso quarto, Emmentt estava arrumando um lugar para o piano de Edward, Carlisle estava de plantão no hospital.

 

Esme tinha um bom gosto incrível, ela comprou uma cortina para a cozinha que lembrava muito uma cortina que minha mãe tinha quando eu era criança ela era xadrez azul com branco.

 

“Credo, que coisa mais cafona mãe!”

 

“Fica quieta Alice, a Bella gosta, e o que importa é vê-la feliz e não o que você acha” Disse Esme brava com Alice.

 

“Terminamos” Gritou Rosalie. Todos nos reunimos na sala.

 

“Vamos caçar?” Disse Jasper. Todos concordaram.

 

“Jacob fique com a Néss, é bom que ela coma comida humana de vez enquanto”

 

“Mas papai, eu quero…”

 

“Néss, minha filha obedeça a seu pai, você sabe que também precisa de comida humana, na próxima você vai”

 

“Pode deixar que eu irei cuidar dela” Disse Jacob, todo contente.

 

“Jacob, então faz pra mim ovos com Bacon? Perguntou Néss

 

“Sim faço, eu bem que já estou com fome, vamos para a cozinha”

 

E então fomos todos caçar.

Comments (3) »

Cap. 02 As malas

“mamãe, mamãe” Gritava Néss pela casa “mamãe, mamãe”

“O que foi minha linda” eu respondi “o que você quer?”

“poço colocar minhas roupas nessa mala de couro?”

“Pode sim, mas cuidado para não estragá-la você sabe muito bem que sua tia Alice gosta muito dela”

 “Esta bem mamãe” ela disse sorrindo. “Agora vai para o seu quarto, que eu já irei te ajudar”

 “Ok mãe, larilarilala, larilarilala…”

Néss subiu as escadas cantarolando. Terminei de arrumar as minhas coisas que estavam na sala, e fui procurar Edward, procurei na sala de estar e não o encontrei e então abri meu escudo e pensei o mais alto que pude “ Edward preciso de você” e antes mesmo de terminar o pensamento ele já estava ao meu lado com aquele sorriso lindo que ele só mostra a mim.

“Já estou aqui meu amor” ele disse quase em um sussurro.

“Edward você já avisou ao Jacob que vamos nos mudar hoje, e que ele não poderá brincar com a Néss?”

“Não, ainda não, mas vou fazer isso agora. Mas espera, vou chamá-lo para vir nos ajudar assim ele pode brincar com Néss mais tarde.”

“Boa idéia, então você liga que eu vou ir terminar de arrumar as malas”

 “Ok” ele disse tirando o celular do bolso e discando o numero do telefone de Jacob, em instantes ele já tinha ido para outro cômodo da casa, eu nem consegui reparar onde ele tinha ido, então fui para o quarto de Néss. Ao chegar ao quarto, Alice já tinha ajudado Néss arrumar tudo.

“Uou! Que beleza, já esta tudo arrumado, eu disse alegremente.

 “Bella você achou que eu ia deixar a Néss e você fazer as malas sem mim? De jeito nenhum eu deixaria uma coisa dessas acontecer, eu arrumei tudo inclusive as suas malas”

“Mas Alice…”

 “Mas nada Bella, eu já arrumei tudo e pronto!!!” disse Alice em um tom sério.

“Eu separei somente as melhores roupas e melhores assessórios pra você, as coisas feias e velhas eu já me livrei de todas elas. E, aliás, você esta precisando de um banho de loja, suas coisas já estão fora de moda.” Eu nem falei nada, pois Alice tinha razão minhas roupas já estavam velhas, e já era hora de comprar umas novas.

 “Bella, você me deixa te leva ao shopping qualquer dia desses?” Ela disse curiosa.

 “Sim, vou mesmo precisar de você Alice”

 “Yes!” disse ela sorridente “que bom que somos tão boas amiga né Bella?”

 “É Alice” era muito bom ter uma amiga, ou melhor, irmã como Alice.

“Alice?” percebi que ela estava tendo uma visão. Mas ela fazia uma cara muito estranha, mas derrepente ela sorriu, e disse:

 “Esse Edward, não tem jeito mesmo”

 “O que foi Alice?”

“Bella, eu não posso te falar nada, mas acho que hoje você terá uma surpresa muito boa”

“O que? Fala-me, por favor,”

“Desculpa, mas se eu te falar Edward vai brigar comigo, espera até mais tarde” ela disse já saindo de dentro do quarto.

 “Droga” eu murmurei.

 “Mamãe, meu papai já ligou para o Jacob? Perguntou Néss, meio triste.

“Sim, mas você vai velo, ele vira nos ajudar com a mudança.”

“Oba” ela disse sorrindo.

 Na verdade nem precisamos da ajuda de Jacob, afinal com esse tanto de vampiro aqui uma mudança dessas é moleza, mas eu quis que ele viesse por causa de Néss, eu sei que tanto ele quanto ela sempre sofrem quando não se vêem.

Fui para a sala e escutei um barulho na porta, me virei para olhar e…. “Emmentt? O que? Você? Tinta?”

 Ele olhou assustado pra mim e em milésimos de segundos ele tinha ido para o quarto dele. Eu não entendi o que estava acontecendo, mas antes de tentar descobri o que estava acontecendo, senti um cheiro tão familiar que me fez sorrir.

 “Ei Bells posso entrar? Disse Jacob, já entrando.

 “Claro que sim, fique a vontade.

“Como estão às coisas em La Push?”

 “Estão bem, mas isso de ser o Alfa do bando é meio cansativo”

 “Ó, eu entendo perfeitamente” nem sei por que eu disse isso afinal de contas eu não tenho a menor idéia de como é ser um Alfa.

“Cachorro vai tomar banho” gritou Rosalie, de seu quarto.

“Ai ela me ama né” disse Jacob com um leve tom de sátira.

 “Ama? Sei. Até hoje eu não entendo o porquê de Rosalie ter tanto medo de que Jacob roube o carinho que Néss tem por ela.

“Jacob, isso ai no seu braço é tinta?” “É sim, tem um pouco de tinta no meio da mata, só não sei por que. Tentei dar uma olhada para ver se descobria de onde é, mas Edward me proibiu de entrar na mata de novo.”

“O que Edward esta aprontando em?” eu já estava muito curiosa, mas resolvi esperar.

Comments (1) »

Cap. 01 – Pensamento

Eu já tinha me acostumado a caçar com Edward, ele sempre me deixava ficar com os animais maiores e mais suculentos, até que um dia ele precisou ajudar Carlisle a arrumar uma parede que ele mesmo havia quebrado.

”Bella, ele disse suavemente- você terá que ir caçar sem mim dessa vez”

“O quê? Por quê? Edward, eu não sei como fazer isso sozinha, eu preciso de você!” – Eu disse alarmada, afinal de contas eu ainda era nova nessa vida, e as coisas ainda eram difíceis pra mim.

“Calma Bella, eu confio em você, e sei que conseguirá”
Emmentt começou a rir nesse momento, e me deixou com uma vontade de quebrar todos os seus dentes.

“Bella tenho a impressão de que mesmo com toda essa força e agilidade que você tem agora, sempre continuará sendo um desastre”

Edward rosnou pra ele de uma forma tão brutal que qualquer humano teria desmaiado só de medo.
E assim tive que me conformar, pois a sede que eu estava sentindo era muito grande, cheguei a chamar Jasper, para ir comigo, mas ele disse que Alice já o tinha encarregado de carregar as compras que ela feria mais tarde.
Então eu sai de casa e fui caçar, no caminha passei na casa de Charlie para ver como ele estava.
Parei com o carro em frente de sua casa e buzinei, e lá veio ele com um enorme sorriso no rosto.
“Bella, que saudades de você” ele me abraçou docemente, eu já estava com saudades do cheiro dele, e do modo que ele me olhava.

“Pai” minha voz quase não saiu de tanta felicidade.

“Entra Bells, e me conta as novidades” fui entrando e contando pra ele que Néss estava com saudades dele, e ainda reclamei por ele não ir muito nos visitar.

“Sabe Bells, eu não gosto da forma que o tal Jasper me olha, eu sempre tenho a sensação de que ele vai me atacar.” Eu vi o medo nos olhos dele.

“Não pai o Jasper já aprendeu a se controlar, ele já estar bem melhor nisso. Meu pai ficou me agradando por umas horas, e me falando como estava a cidade e como estava a minha mãe, estava tudo bem a não ser pela sede que eu esta sentindo. Eu me levantei e me virei rumo à porta.

“Pai, tenho que ir, estou indo caçar” eu disse a ele meio sem jeito.

“isso é estranho de se ouvir, muito estranho” ele disse. Ele então de levantou e me levou até a porta, me deu um beijo.

“tchau Bella, da um beijo na Néss por mim e diz a ela que em breve vou fazer uma visitinha”

“Tchau pai, pode deixar que eu digo pra ela” Eu então entrei no carro e fui rumo a floresta.
Estacionei o carro num lugar bem escondido e me embrenhei na mata, respirei fundo me concentrei, e deixei meu espírito animal tomar conta de min., e em meio minuto eu consegui a sentir e identificar o cheiro de cada animal da floresta era impressionante como o sangue desses animais me deixava extremamente feroz. Preparei-me em um canto, mas nada de animais por perto, então comecei a andar por todos os lados, mas não consegui achá-los, até que eu vi alguns veados, eu me aproximei vagarosamente e antes de ele se mexer eu o ataquei, o mordi com força e muita vontade, sentir seu sangue passar por todos os meus dentes, e ir garganta a baixo, foi extremamente prazeroso. Ataquei ferozmente outros veados, mas ainda assim era estranho não ter Edward ao meu lado, me desafiando e me dizendo o que fazer.

Depois que me saciei, sentei a sombra de uma imensa arvore me aconcheguei por entre as folhas secas, e ali comecei a lembrar de minha vida como humana, do dia em que vi Edward pela primeira vez, do nosso primeiro beijo, de quando ele me salvou de James, mas a melhor lembrança era da primeira vez em que vi a minha pequena Néssie, minha guerreira, minha meiga e amada filha, fruto de um amor muito mais que proibido.
Quando percebi já era noite, e então resolvi que era a hora de ir para em borá. A caminho de casa resolvi que não queria mais ficar na casa dos Cullens, e sim na minha pequena e aconchegante casa do bosque, não que eu não gostasse dos Cullens, mas eu senti a necessidade de estar mais presente na vida de Reneesme, pois eu a deixava muito com Rosalie, isso não me incomodava, pois sabia que Rosalie cuida muito bem de Néss, mas eu sentia a necessidade de fazer papel de mãe.
Ao chegar em casa, notei que ao invés de Edward estar me esperando ,era Emmentt que, me esperava .

“Hey Bella!. você conseguiu, alguma coisa, ou foi um desastre?” Emmentt sempre gostou de me zoar , eu não me importava muito , mas Edward não gostava dessas brincadeiras ,

“foi tudo bem Emmentt, não se preocupe”

Eu o ignorei e fui para o meu quarto, antes de chegar ao meu quarto , ouvi uma doce melodia vindo sala de musica era Edward tocando aminha canção de ninar para que Néssie dormisse .Eu desci as escadas correndo e fui apreciar Edward ,e la estava ele tocando Néssie estava no colo de Rosalie ,e todo o resto da família estava ao lado de Edward também apreciando me sentei ao lado dele como de costume, e ele me deu um enorme sorriso ,e ali fiquei observando a perfeição do meu querido e amado esposo.

“Rosalie, a Néss já esta dormindo?”

“Sim, você quer que eu a coloque na cama? Ela perguntou.

“Não, pode deixar que eu mesmo a coloco.” Eu peguei a minha pequena no colo e a levei para o quarto, e a deite em sua cama, e a fiquei observando dormir.

“Há Néss.” Eu suspirei. “Como eu te amo minha pequena.
Senti as mãos de Edward em meu ombro.

“Como foi a sua primeira caçada sozinha?”

“Foi legal” eu disse sem muito ânimo.

“Não parece” ele disse “Você esta estranha Bella, o que aconteceu?”

“Edward, eu estava pensando, e acho que quero voltar a morar em nossa cabana, quero estar mais presente na vida de Néss. Ela esta crescendo tão rápido, e eu não quero perder nada que ela faça.” Ele sorriu docemente e me abraçou.

“Tudo o que você quiser Bella, sempre o que você quiser.”

Comments (2) »